9 de abr de 2012

Repasse Paralisação DMV



    Nos dias 2, 3 e 4 de abril o Departamento de Medicina Veterinária (DMV) esteve paralisado (os três segmentos) em decorrência da demissão e relocação de funcionários da empresa terceirizada, SOLL.
    A iniciativa partiu de duas estudantes do curso de Medicina Veterinária (ver vídeo acima), e contou com a adesão de grande parte dos estudantes, professores e técnicos. Na segunda-feira (02/04), foi organizada uma Assembléia, na qual ficou decidido em conjunto a paralisação do DMV, estando o Hospital Veterinário e as aulas suspensas até o retorno e recontratação dos funcionários.
    No mesmo dia, após decisão em assembléia, seguimos para a REItoria para obter esclarecimentos a respeito do caso.
 Como mostra o vídeo (Video com resposta do REItor), ficou acertado que todas as reivindicações seriam atendidas até o dia 04/04.
    No segundo dia (03/04), aconteceu outra assembléia na qual houve o repasse sobre a posição da REItoria e a elaboração de propostas e criação de uma pauta de reivindicação para formalizar nossa exigências junto a REItoria. No turno da tarde do mesmo dia estivemos presentes, com a diretora do DMV, a reunião de tod@s o diretores(as) e a empresa SOLL, PROAD, e o novo prefeito, Marcelo (da editora) que entrou substituindo Mendes (antigo prefeito). Na reunião pode-se observar que a decisão da empresa terceirizada foi tomada de maneira inconsequente, passando por cima da "aparente" autonomia Universitária.
    É interessante comentar a respeito da decisão da empresa, pois podemos observar como tratam seu "material humano", além de não levar em conta a opinião do Departamento onde os mesmos estavam lotados.
    Na quarta-feira (04/04) houve outra assembléia, onde após atendidas nossas reivindicações, ficou acertada a volta das atividades do DMV. Na mesma assembléia foi criada uma comissão que terá componentes de todas as categorias, inclusive dos funcionários terceirizados e da sociedade civil que organizará plenos com o intuito de elaborar propostas para melhoria do DMV.
    Ficou claro nesse período como é importante a mobilização estudantil, isso nos mostra o poder do coletivo e que quando nos unimos, esquecendo vaidades e interesses individuais para um bem coletivo, podemos transformar (para melhor) o meio no qual estamos inseridos.
    Esperamos que essa força não esgote nesse momento, pois ainda há MUITA coisa para se melhorar, e não podemos fechar os olhos e nos omitir.
    Lutamos por uma Universidade pública de qualidade, que todos tenham acesso ao ensino gratuito e onde as demandas da sociedade sejam atendidas, não somente as demandas do capital.

HÁBRAÇOS NA LUTA! 
     

3 comentários:

  1. Palhaçada. Os alunos querem motivo pra não ter aula e os funcionários/professores querem motivo pra não trabalhar.
    Enquanto isso, pessoas que não têm a menor condição financeira vêm de cidades distantes por um atendimento gratuito aos animais enfermos e dão de cara com a porta.
    Existem outras formas de reinvidicar direitos sem prejudicar quem não tem nada a ver com isso e quem vocês estão estudando ou estudaram para salvar: os próprios animais.
    Façam motim na SOLL, na porta da reitoria. Prejudiquem e incomodem os grandes. Essa é a forma eficaz e CORRETA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em resposta ao comentário, primeiramente é bom deixar claro que alguns funcionários da Soll exercem funções cruciais para o funcionamento do Hospital Veterinário, e sem eles o mesmo não poderia funcionar até que houvesse substitutos qualificados. Também é interessante explicar que o movimento se fez de forma organizada e com bastante trabalho, a prova de tudo é que atingimos nosso objetivo.
      Enquanto acharmos que essas mobilizações são palhaçadas, desculpa para não trabalhar e etc..... assinamos embaixo de um pensamento individualistaque nos é imposto quase que diariamente.
      Não podemos questionar a importância desses movimentos, pois é provado por nossa história quantas vitórias alcançamos através da luta.
      Mas apesar de descordar da sua opnião a respeitamos.

      Excluir
    2. Não sou contra a luta, admiro movimentos estudantis (ao menos aqueles que tem uma proposta digna), sou a favor de greves e mobilizações, tudo na medida certa. Mas claro que sou. Porém, vocês tem que lembrar de QUEM vocês são e o que vocês representam para a sociedade. Além da clínica de Peixinhos, que só atende pela manhã, o hospital da rural é o ÚNICO com atendimento gratuito em Recife, RMR e pelos interiores a fora até onde eu sei. As pessoas vem dos lugares mais distantes, na maioria das vezes em emergência, para receber um atendimento de qualidade. Não se pode PARAR o atendimento no hospital, mas em situação alguma! Nem que fique UM atendente, mas que fique. Espero que em outras greves vocês pensem nisso. Fiquei sabendo de episódios muito tristes durante o tempo de paralização e não é uma coisa fácil de engolir. Fico feliz que seus objetivos tenham sido alcançados e que a rotina continue como antes, mas acho que o preço foi elevado demais. A vida dos animais deveria estar em primeiro lugar pra vocês. Se nem vocês pensam assim, quem há de pensar, não é mesmo? É lamentável...

      Excluir