12 de dez de 2011

EV SUS, inscrições abertas!


Inscrições abertas para o estágio de vivência no sistema único de saúde! Todas as informações no blog:
vivenciasusrecife.blogspot.com


O estágio é organizado por um grupo de residentes em Saúde Coletiva com a proposta de divulgar e estabelecer uma vivência prática e teórica no SUS junto aos alunos de graduação, o EV SUS (Estágio de Vivência no Sistema Único de Saúde).

19 de nov de 2011

No Escurinho do D.A.


Galera, próxima quarta (23/11) vai ter No Escurinho do D.A.
O filme desse mês é "A Onda". Esperamos todos lá...



Sinopse:
Rainer Wegner, professor de ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema “força pela disciplina” e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo, os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Quando o jogo fica sério, Wegner decide interrompê-lo. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967.


Trailer:

17 de nov de 2011

Campanha de Vacinação Antirrábica




Então galera, não sei se todos já sabem mas dia 26/11 estará acontecendo a campanha de vacinação antirrábica aqui em Recife. Recebemos um e-mail, no qual o Distrito sanitário VI (Brasília Teimosa,Pina, Boa Viagem, Imbiribeira, Ipsep, Jordão, Ibura e Cohab) está precisando de voluntários para participar da campanha.

Algumas informações:
O vacinador deverá chegar às 7 da manhã e a campanha se encerra às 17 horas, NÃO É NECESSÁRIA EXPERIÊNCIA haverá treinamento.
O voluntário receberá 40 (quarenta) reais em vale refeição e uma camisa da campanha.

Interessados ligar para o tel 3355-1969.

Abraço galera!

11 de nov de 2011

Vet despedida dos calouros ! \0/


É sexta galera!



O Vencedor !!A Onda (Die Welle)


Então galera, o filme "A onda" ganhou a votação e será o filme do No escurinho do D.A. de Novembro.
Exibiremos o filme no dia 23/11, lá na sala do 5ºperiodo, a partir das 18 h!

Aguardamos todos!

6 de nov de 2011

Direito de todos! Por um educação de QUALIDADE! 10% JÁ!

Depois de um ano cheio de lutas e mobilizações de estudantes e professores, de norte a sul do país, chegou a hora de mostrar ao governo federal e governos estaduais que a população brasileira não aguenta mais o descaso histórico com a educação pública. São professores mal remunerados e com péssimas condições de trabalho, estudantes que não recebem uma educação de qualidade e por consequência, os filhos da classe trabalhadora do nosso país tendo péssimas condições de ensino.

O governo de Dilma Roussef iniciou o ano cortando mais de 3 bilhões de reais da Educação e está propondo um novo Plano Nacional que coloca como perspectiva de financiamento o valor que precisávamos há mais de 10 anos!

Com os votos do Plebiscito Nacional, vamos mostrar ao governo Federal que o povo brasileiro quer 10% do PIB para a Educação Pública Já, e não daqui a 7 ou 10 anos!

Com a coleta de votos, vamos envolver toda a população que de alguma forma é afetada com o descaso na Educação Pública brasileira.

Procure no blog os postos de centralização da campanha em cada estado e cidade, aonde vc poderá pegar urnas e materiais para coletar votos em seu local de trabalho ou estudo ou em um local de grande circulação, como as estações de metrô/trem, ou grandes centros urbanos.

É hora de arregaçarmos as mangas e ir para as ruas coletar muitos votos para o Plebiscito Nacional.

Mãos à obra! (texto do blog www.dezporcentoja.blogspot.com)

28 de out de 2011

Sinopse dos Filmes

SINOPSE DOS FILMES

Homens de Honra : Carl Brashear (Cuba Gooding Jr.) veio de uma humilde família negra, que vivia em uma área rural em Sonora, Kentucky. Ainda garoto, no início dos anos 40, já adorava mergulhar, sendo que quando jovem se alistou na Marinha esperando se tornar
um mergulh
ador. Inicialmente Carl trabalha como cozinheiro que era uma das poucas tarefas permitidas a um negro na época. Quando resolve mergulhar no mar em uma sexta-feira acaba sendo preso, pois os negros só podiam nadar na terça-feira, mas sua rapidez ao nadar é vista por todos e assim se torna um "nadador de resgate", por iniciativa do capitão Pullman (Powers Boothe). Quando Brashear solicita a escola de mergulhadores encontra o comandante Billy Sunday (Robert De Niro), um instrutor de mergulho áspero e tirânico que tem absoluto poder sobre suas decisões. No princípio Sunday faz muito pouco para encorajar as ambições de Brashear e o aspirante a mergulhador descobre que o racismo no exército é um fato quando os outros aspirantes brancos - exceto Snowhill (Michael Rapaport), que por isto foi perseguido por Sunday - se negam a compartilhar um alojamento com um negro. Mas a coragem e determinação de Brashear impressionam Sunday e os dois se tornam amigos quando Brashear tem de lutar contra o preconceito e a burocracia militar, que quer acabar com seus sonhos de se tornar comandante e reformá-lo.


O espanta tubarões : Oscar é um peixe que trabalha num lava-jato para baleias, tendo uma vida pacata e comum até então. O que ele almeja, na verdade, é uma vida no topo do recife, onde poderá ter um grande e luxuoso apartamento, além de fama e reconhecimento. Sua vida muda completamente quando ele é atacado por um
tubarão. Uma âncora cai em ci
ma do pr
edador, matando-o e deixando Oscar com uma fama de matador de tubarões. Quando um novo tubarão aparece na cidade, Oscar percebe que ele não é carnívoro e, em conjunto, tornam-se grandes amigos em uma farsa que pretende manter os outros predadores bem longe do local.











A Onda : Rainer Wegner, professor de ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desin
teresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema “força pela disciplina” e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo, os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Quando o jogo fica sério, Wegner decide interrompê-lo. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967.



Pequena Miss sunshine : Nenhum membro da família é exatamente equilibrado, mas não é por falta de tentativas. Richard (GREG KINNEAR), o pai, é um palestrante motivacional e otimista incorrigível que tenta desesperadamente vender seu programa de nove etapas para o sucesso – sem muito sucesso. Enquanto isso, a mãe dos Hoover, “a favor da franqueza”, Sheryl (TONI COLLETTE), é assombrada constantemente pelos segredos excêntricos da família, principalmente os de seu irmão Frank (STEVE CARELL), um acadêmico com tendências suicidas especializado em Proust, que acaba de sair do hospital depois de levar um fora do namorado. Em seguida, temos os membros mais jovens da família com seus sonhos improváveis: a menina de óculos, ligeiramente rechonchuda, de sete anos, candidata a rainha da beleza, Olive (ABIGAIL BRESLIN), e Dwayne (PAUL DANO), o adolescente movido a raiva, leitor de Nietzsche, com um firme voto de silêncio que pretende manter até entrar na Academia da Força Aérea. Completa a família o avô (ALAN ARKIN), um desbocado hedonista recentemente expulso de sua casa de repouso por consumo de heroína. Eles podem não ser o retrato da saúde mental perfeita, mas quando por um engano Olive acaba recebendo um convite para participar do concurso extremamente competitivo “Pequena Miss Sunshine”, na Califórnia, toda a família a acompanha. Eles se amontoam em sua Kombi enferrujada e iniciam uma jornada tragicômica de três dias, repleta de surpresas alucinadas que levam à grande estréia de Olive, que mudará toda essa família desajustada de maneiras que ela jamais poderia imaginar.

25 de out de 2011

Classe dominante impõe apartheid na educação do país

Professor afirma que a segregação educacional no Brasil continua sendo a marca do nosso tempoConselheiro da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Adufrj) Seção Sindical do ANDES-SN e um dos coordenadores do Fórum em Defesa da Escola Pública (Fedep) do Rio de Janeiro, o professor Roberto Leher classificou o lançamento estadual da campanha "10% do PIB para a Educação Pública, Já!" como o início de uma mobilização mais forte e mais quente em torno do plebiscito para os 10% do Produto Interno Bruto (PIB) exclusivamente para a escola pública e inserido em uma jornada de luta que, hoje, ultrapassa a fronteira brasileira. A fala de Leher aconteceu durante evento realizado no centro do Rio, na última quinta-feira (20)."Vimos recentemente, no Chile, também a convocação de um plebiscito popular onde milhares de pessoas manifestaram seu apoio à causa da educação pública popular. No Brasil, nós também estamos diante de um desafio de enfrentar um apartheid educacional que os setores dominantes impõem ao povo brasileiro de maneira secular. Desde que o Brasil foi formado enquanto nação, o direito do povo, sobretudo dos trabalhadores explorados e expropriados foi negado”, afirmou. “Não é de se espantar que hoje, da juventude que deveria estar cursando o ensino médio, apenas metade está. O que demonstra de maneira muito forte que a segregação educacional segue sendo a marca do nosso tempo”, completou Leher.O docente também atacou as atuais políticas educacionais. “Tão grave quanto temos a caracterização de que boa parte das estratégias educacionais que estão sendo encaminhadas hoje pelos governos federal, estaduais e municipais, é uma política educacional de segregação educacional também, uma especialização de educação para os pobres. Curta e minimalista, tal como no século XVIII”, disse.Faltam verbas Atualmente, segundo o professor, o Brasil investe pouco do seu PIB na educação de 56 milhões de crianças e jovens: “Obviamente esse valor não permite uma educação de qualidade. Não é casual que tivemos diversas greves esse ano exigindo um medíocre piso salarial, que hoje está em torno de R$ 1,2 mil. A União este ano destinou 45 % dos seus tributos para o pagamento da dívida, mas para a educação só destinou 2,9 %, o que comprova a política de negação do direito à educação para a juventude e trabalhadores brasileiros. Estamos todos de parabéns por estarmos aqui nessa luta. Temos que fazer que nem no Chile, vamos transformar a luta pela educação pública, numa luta que tenha o calor das batalhas na ruas”, conclamou. O coordenador do Fórum também informou sobre o plebiscito que deverá ser organizado pela campanha, em novembro (uma reunião da Comissão Executiva Nacional da iniciativa, no Rio, neste dia 24, define a questão). “O plebiscito deve ser um momento para nossa auto-educação, para que conheçamos melhor o que vem a ser o drama educacional brasileiro, para que no final do ano estejamos na rua e possamos estar protagonizando fortes lutas populares em torno da educação pública. Nas universidades, nos sindicatos, nas ocupações, temos um arco de forças muito valoroso que vai cumprir a tarefa de realizar esse grande plebiscito”, completou.
Edição: ANDES-SN
Foto: Adufrj-SSind/Clarice Castro




__________________________________________________________________

Então pessoas, a conjuntura que ta posta para nós é essa. E você, vai ficar parad@?
Venha discutir os rumos da educação e levar suas reflexões no COLÓQUIO QUE TEREMOS AMANHÃ SOBRE O ENSINO DA VETERINÁRIA.

No post abaixo segue o cartaz.

At., DAVET UFRPE

INFORMES DO D.A. VET. UFRPE.

Segue os informes de hoje:

UFRPE- Núcleo de Agroecologia e Campesinato da UFRPE seleciona bolsista (http://www.ufrpe.br/noticia_ver.php?idConteudo=10017)-
Inscrições para seleção em Licenciatura em Ciências Agrícolas seguem até 27 de outubrohttp://www.ufrpe.br/noticia_ver.php?idConteudo=9974
-DMFA divulga resultado da seleção de monitoria de Bioquímica e Biofísicahttp://www.ufrpe.br/noticia_ver.php?idConteudo=10024
- Inscrições para cursos técnicos a distância do Codai/UFRPE vão até 9/11http://www.ufrpe.br/noticia_ver.php?idConteudo=10005
- Salão Nobre abriga I Congresso de Pequenos Animais entre os dias 24 e 27/10http://www.ufrpe.br/noticia_ver.php?idConteudo=9883
- APUFRPE e ADUFERPE promovem festa pelos dias do professor e do servidor públicohttp://www.ufrpe.br/noticia_ver.php?idConteudo=10019

Resultados da Eleição do DCE (Diretório Central dos Estudantes)

20 de out de 2011

Colóquio

Pessoal, quarta-feira 26/10/11 estaremos realizando em parceria com oLaboratório De Humanidades Ufrpe o colóquio de Medicina Veterinária. Discutiremos nele um texto bem interessante sobre estudantes de Medicina Veterinária serem mais deprimidos que os de outros cursos. Contamos com a presença de todos, para que possamos realizar um excelente debate.

Abraços

8 de out de 2011

Eleições DCE (odijas de carvalho)


A grande parte de nossas atitudes são provenientes de experiências pela qual passamos (vivenciando o fato, estudando-o ou mesmo tirando proveito de experiências passadas por outros e que nós tomamos como lição), assim conhecer o passado faz-se necessário, pois a partir dele podemos construir um presente justo. Como as eleições para o DCE ocorrem dia 20, venho aqui colocar este texto sobre Odijas Carvalho de Souza, o qual merecidamente dá nome ao DCE. A luta dele é descrita abaixo, onde o mesmo deu a vida (LITERALMENTE) lutando por uma sociedade menos opressora. Então galera, quando for votar pense que o movimento estudantil é coisa séria, analisem o atual cenário político da Universidade, vejam o que o atual DCE fez por nós e decidam se a UFRPE merece uma mudança ou estamos fadados a ficar nessa estagnação política.

"Que sejamos iguais ao Odijas, dediquemos nossa vida ao bem maior de construir uma sociedade mais justa e igualitária, sempre lutando e sendo fiel a libertação do povo até as últimas conseqüências, sem desvios. Odijas Carvalho de Souza Vive!" Tirei esse texto, inclusive esse trechinho do blog do DCE, mas sinceramente o DCE se espelha realmente em Odjias????

Nascido em Alagoas, no ano de 1945, o estudante de agronomia da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Odijas Carvalho de Souza combateu contra a ditadura militar através do movimento estudantil na nossa universidade. Militante do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR), foi preso na Praia de Maria Farinha, no município de Paulista, em Pernambuco, no dia 30 de janeiro de 1971, juntamente com Lélia Guedes. Os policiais responsáveis por sua prisão são: Edmundo de Brito, Fausto Venâncio da Silva Filho, Ivaldo Nicodemus Vieira e Severino Pereira da Silva, todos do DOPS/PE. Odijas bravamente resistiu às seções de tortura e muito convicto do seu objetivo, acabar com a ditadura militar, não entregou uma informação sequer aos agentes da repressão. Após esse período, foi levado às pressas para o Hospital da Polícia Militar de Pernambuco no dia 6 de fevereiro de 1971, morrendo dois dias depois em conseqüência das torturas sofridas. Uma semana inteira de seções de tortura não foram capazes de romper com a firmeza desse jovem estudante que sonhava com um mundo sem opressões e injustiças. O assassinato foi denunciado a partir de testemunhos em depoimentos prestados na Auditoria de Guerra da 7ª Região Militar, por vários presos políticos, inclusive sua viúva, Maria Ivone de Souza Loureiro. O preso político Mário Miranda, uma das testemunhas oculares do assassinato, denunciou as torturas que culminaram com a morte de Odijas e também seus assassinos: delegado José Silvestre, do DOPS/PE, os agentes Ivanildo Nemésio e Miranda e o delegado Carlos Brito.O atestado de óbito, fornecido pelo IML/PE, foi assinado por Dr. Ednaldo Paz de Vasconcelos e tinha como causa-mortis embolia pulmonar. Mas na realidade, Odijas apresentava várias fraturas de ossos, ruptura de rins, baço e fígado. Foi enterrado no Cemitério de Santo Amaro, em Recife, sob o nome de Osias de Carvalho Souza, e não Odijas, o que dificultou a localização de seu corpo.

Líder Estudantil, combatente revolucionário, fiel a causa do Socialismo Odijas Carvalho de Souza deve ser Homenageado e relembrado como um dos Heróis do Movimento estudantil brasileiro, por sua bravura e resistência. O Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal Rural de Pernambuco da reconhecendo seu valor o homenageou como patrono, assim como Honestino Guimarães na UNB, Umberto Câmara Neto na UFPE, dentre tantos outros heróis do Movimento estudantil. Relembramos seu nome para fortalecermos em nossas lutas e para que não se repita jamais as atrocidades trazidas pelo golpe de 1964. O bem mais precioso que possuía, a vida, foi doado, sem nenhum temor pela causa maior da libertação da nação brasileira. Que sejamos iguais ao Odijas, dediquemos nossa vida ao bem maior de construir uma sociedade mais justa e igualitária, sempre lutando e sendo fiel a libertação do povo até as últimas conseqüências, sem desvios. Odijas Carvalho de Souza Vive! (texto retirado do blog do DCE)



6 de out de 2011

Sociedade dos Poetas Mortos TRAILER

No escurinho do D.A.


Galera, dia 19/10, pela manhã e pela tarde estará ocorrendo o "No escurinho do D.A.", vamos assistir ao filme "A sociedade dos poetas mortos " e depois conversaremos sobre o filme.

Contamos com a presença de todos!

29 de set de 2011

Ajuda-IBAMA

Galera recebi este e-mail, e repasso aqui no blog:

URGENTE!!! Precisamos de voluntári@s para auxiliar no manejo alimentar de filhotes de psitacídeos apreendidos na madrugada de domingo no Sertão de Pernambuco e que agora se encontram no CETAS do IBAMA em Recife (Av. 17 de Agosto - Casa Forte). Infelizmente hoje o dia foi extremamente tumultuado por lá em função de que todos os animais haviam chegado ontem à noite (517 filhotes), e a comida (papinha) deles só veio ser entregue quase no final da manhã. Então trabalhamos o dia inteiro para organizar os contentores e fazer a separação dos animais conforme o estágio de desenvolvimento, principalmente para facilitar o manejo alimentar. Os horários de alimentação são: 7:30h / 11:30 / 17:00 horas; e cada período de refeição perdura cerca de duas horas. Conto com a ajuda de tod@s e agradeço de coração ao apoio que tem sido ofertado!


Vamo lá, todo mundo ajudando!

21 de set de 2011

Imagine......

Imaginem

O dia em que a universidade será privilégio de todos

Não existirão cotas, porque não serão necessárias

O dia que profissionais serão formados para atender a quem realmente precisa

Em que o interesse individual seja derrubado em prol do interesse público

Onde o nome PÚBLICA signifique de TODOS

O dia em que independente de quanto você ganhe, de quem você seja, todos tenhamos direito a uma educação de qualidade

Onde as festas, servirão única e exclusivamente para COMEMORAR

Onde não haverá disputas, guerras de interesse e nem orgulho

O dia em que todos abraçarão a mesma causa....

Imagine!

"Você pode dizer que eu sou um sonhador, mas não sou o único, eu espero que um dia você se junte a nós, e o mundo será como um só" John Lennon


17 de set de 2011

Nota de Repúdio


EXECUTIVA NACIONAL DOS ESTUDANTES DE VETERINÁRIA- ENEV

DIRETÓRIO ACADÊMICO DE MEDICINA VETERINÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

Gestão 2011/2012 “Humanidade”

D.A. VET. UFRPE

Nota de Repúdio

O Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária vem através desta nota, demonstrar a nossa indignação com o DCE (Diretório Central dos Estudantes) que está apoiando uma chapa na eleição para a reitoria.

O DCE é uma entidade que tem por função representar os estudantes na universidade, ao apoiar uma chapa em particular, ferem diretamente os preceitos da democracia, desrespeitando a opinião política de cada estudante da UFRPE.

Deixamos claro que não temos nada contra a chapa apoiada pelo DCE, apenas não concordamos com o uso do Diretório para essa prática. Também salientamos que em momento nenhum fomos consultados pelo DCE, a respeito do apoio a chapa. O Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária não está apoiando nenhuma chapa, pois acreditamos que o D.A. representa muitos estudantes, e consequentemente, visões políticas diferentes, não cabendo a nós (D.A.) levantar bandeira de nenhum candidato(a).

Finalizando, todos concordamos que o processo eleitoral, que é democrático, deve ser respeitado, assim como o caráter de luta dos Diretórios, que historicamente sempre batalharam por melhores condições para os estudantes, combatendo opressões, defendendo nossos direitos e cumprindo com os nossos deveres.

Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária


Universidade Federal Rural de Pernambuco

http://humanidadevet.blogspot.com/

d.a.ufrpe.vet@gmail.com/ 3320- 6443

Carlos (81) 9137-1508; Gabriela (81) 9847-2246; Hadassa (81) 9966-1804; João (81) 9133-0223; Marcus (81)9710-7612; Maria Luiza (81) 9647-4724; Paulo- (81) 9122-4241; Rhaysa (81) 9801-3102; Sebastião (81) 8776- 2947; Wagner (81) 9675-9707

Documento com demandas do Curso de Med. Veterinária

Abaixo documento entregue aos candidatos a reitoria da UFRPE, no debate do dia 14 de setembro, contendo demandas do curso de Medicina Veterinária, elaboradas pelos estudantes de todos os períodos


__________________________________________________________________________

EXECUTIVA NACIONAL DOS ESTUDANTES DE VETERINÁRIA- ENEV

DIRETÓRIO ACADÊMICO DE MEDICINA VETERINÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

Gestão 2011/2012 “Humanidade”

D.A. VET. UFRPE


O Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária da Universidade Federal Rural de Pernambuco Campus Recife é uma das entidades legítima de representação estudantil dentro dessa instituição. De acordo com nosso posicionamento histórico de luta em defesa da qualidade educacional neste país, ciente das diversas lutas estudantis que vem se somando nas Universidades Brasileiras e vivenciando o momento político das eleições para reitorado da UFRPE, manifestamos através desse documento elaborado a partir de um conselho de representantes de turma, nossas demandas para a universidade, em especial o curso de medicina veterinária:

- Maior organização no Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal (limpeza dos tanques em que estão os animais para aulas práticas de anatomia e salas de aula prática, conclusão da reforma do banheiro);

- Manutenção das salas do CEGOE (iluminação, manutenção dos ventiladores ou por ar-condicionado, fechadura das portas, manutenção dos retroprojetores e data show);

- Substituição das bancas nas salas de aula;

- Mais recurso para as aulas práticas, garantindo que o estudante não pague pelos materiais utilizados na mesma e viabilizando a execução dessas aulas;

- Disponibilizar material didático para professores como pincéis com tinta e apagador, já que os que tem não funcionam;

- Necessidade de implantação de semáforo com faixa de pedestres, que ligue o hospital veterinário à biblioteca;

- Restaurante universitário gratuito, com opção vegetariana, aumento no número de refeições diárias que atendam à comunidade acadêmica (estudante, técnicos e professores);

- Projeto de Ampliação do Hospital Veterinário e Departamento de Medicina Veterinária (DMV);

- Levar o ciclo básico do curso e medicina veterinária para o DMV;

- Diminuir a dificuldade de comunicação com a coordenação. Para resolvermos problemas no DMV precisamos perder alguma aula no período da manhã ou esperar até as 14:00 h, pois do 1º ao 4º período os estudantes de veterinária assistem aula no CEGOE e quando largam a coordenação se encontra em horário de almoço;

- Biblioteca setorial no DMV;

- Aquisição de mais livros para a biblioteca;

- Aumento e igualdade nos números de empréstimo de livros na biblioteca;

- Maior estrutura nos laboratórios da universidade;

- Que hospital veterinário UFRPE- Campus Recife tenha verba própria advinda do ministério da saúde e ministério da educação, para que seja público e nunca privado, atendendo toda população com gratuidade.

- Que hospital veterinário UFRPE- Campus Recife passe a ter infra-estrutura necessária e compatível para atendimentos emergenciais, internamentos, funcionamento 24h e triagem, tornando-se, assim um hospital escola de acordo com o artigo 2º (efetuando-se seu parágrafo único) resolução N.670, de 10 de agosto de 2000 do Conselho Federal de Medicina Veterinária;

- Que seja aberto edital de concurso para contratação de novos médicos veterinários, suprindo a rotina atual e para garantir o funcionamento 24h. Não há seleção desde 1983 para veterinários (técnico administrativo) direcionados ao hospital veterinário UFRPE- Campus Recife;

- Que hospital veterinário UFRPE- Campus Recife se responsabilize em elaborar um método de descarte de cadáveres de animais higiênico e, consequentemente, sem riscos à Saúde Pública e que este seja ético. Atualmente os métodos utilizados não são adequados, tendo muitas vezes que se enterrar os cadáveres no espaço de mata atrás da área da necropsia;

- Que hospital veterinário UFRPE- Campus Recife tenha manutenção regularmente, ficando a diretoria do DMV UFRPE- Campus Recife responsável por solicitar estas manutenções e que os equipamentos e estruturas defeituosos sejam substituídos ou reformados emergencialmente, de forma ágil e menos burocrática;

- Construção de banheiros com chuveiros para atender as necessidades dos estudantes, pois existentes só beneficiam os professores;

- Reforma da sala de necropsia, pois a mesma apresenta inúmeros defeitos, dificultando o ensino e aprendizado;

- Ampliação da área de medicina preventiva;

- Termino da construção do laboratório de pesquisas avançadas de caprinos e ovinos, obra esta estagnada a mais de dois anos;

-Aumento nas vagas de moradia e quantidade e valor das bolsas de permanência para estudantes;

- Que os pontos acima citados sejam cumpridos e avaliados em caráter de urgência.

A educação há muito sofre ataques contra seu caráter público, gratuito e de qualidade. A realidade da maioria das Universidades do Brasil tem muito em comum, e as demandas acima relacionadas são apenas alguns dos descontentamentos dos estudantes. A precarização imposta às universidades apresenta um quadro alarmante, não existem condições de permanência que contemplem todos e todas e as dificuldades se aprofundam constantemente no dia-a-dia do estudante. Visto isto, exigimos que o (a) candidato (a) _____________________________________________________ se comprometa a cumprir essas demandas de caráter urgente, caso Vossa senhoria seja eleito (a).



____________________________________________________________________________________________________________

Universidade Federal Rural de Pernambuco

http://humanidadevet.blogspot.com/

d.a.ufrpe.vet@gmail.com/ 3320- 6443

Carlos (81) 9137-1508; Gabriela (81) 9847-2246; Hadassa (81) 9966-1804; João (81) 9133-0223; Marcus (81)9710-7612; Maria Luiza (81) 9647-4724; Paulo- (81) 9122-4241; Rhaysa (81) 9801-3102; Sebastião (81) 8776- 2947; Wagner (81) 9675-9707

16 de set de 2011

Para os corações que ainda pulsam


É... Estudantes e professores distantes, todos do mesmo curso e com muitas semelhanças pessoais: médicos veterinários, futuros médicos veterinários.

Não há tempo pra ouvir uma música boa...som? apenas de carro buzinando em semáforo no corre-corre do dia-a-dia. Apenas aquela vozinha na sua cabeça: "corre...corre, faz o trabalho logo! estuda pra prova! estágio tb viu? ou vc não será um médico veterinário."
Médicos veterinários...futuros médicos veterinários.

Vamos discutir um filme legal juntos, amigo? "Filme? Não tenho tempo pra isso... tenho que ser um..." médico veterinário, futuros médicos veterinários.

Vamos falar de livros? "Ah... aquele do fulano de tal de parasitologia é muito bom!". Anotações na agenda: " não esquecer de pegar o livro de fulano de tal de parasito. na biblioteca.". Médicos veterinários, futuros médicos veterinários.

Onde estão realmente os médicos veterinários, futuros médicos veterinários?
Talvez congelados entre uma frase ou outra numa página qualquer de livro superior de medicina veterinária e..
infelizmente, alguns apenas ISSO.

Mas para aqueles corações que ainda batem, ainda que devagarzinho...resta essa música como um desabafo, um chamado, um grito, um pedido.. de acorda, de levanta...de: a vida não é só "ISSO"..não, não pode ser.

2 de set de 2011

“Panem et circenses”

Dos Romanos, herdamos o latim, que futuramente originou o italiano, português ..... e dá titulo a esse texto, herdamos alguns conceitos relacionados ao direito e também trouxemos na bagagem o Pão e o Circo.

Ah! O pão e o circo, que na Roma Antiga servia para calar, com oferecimento de comida e jogos (batalhas entre gladiadores, as mais concorridas disputadas no Coliseum), as classes mais pobres que migravam fugindo da escravidão e aumentavam consideravelmente a população da cidade, causando "terror" no Império que por medo de perder o poder usava do seu jeitinho Romano de ser. Entope os famintos de comida e os enterte, e nunca farão nada.

Pense numa receita boa, matemática, meticulosa e precisa e como toda receita boa não é feita só uma vez, o panem et circenses roda o mundo, pan y circo, pain et des jeux, e chega ao Brasil com força e impulso total. Pegamos e usamos dele tão bem, que creio que os Romanos se impressionariam com a habilidade de quem o faz e a ingenuidade de quem recebe, o que dizer dos programas "Bolsas ___", que dão alguns mirréis ao povo e os cala com medo de exigir o que lhes é de direito, de haver grandes decisões politicas a nível nacional nas quartas-feira do Brasileirão. E na nossa Universidade existe?? Campeã de obras paradas no Brasil \0/, com unidades acadêmicas que passam dificuldades, por deficiências em suas infraestruturas, técnicos administrativos em greve há quase CEM dias, um hospital veterinário fechado por todo esse tempo, e um processo eleitoral em andamento. O que fazer? Debates, protestos, reividicações por uma Universidade que atenda a sociedade e não a demanda de mercado, mas o que a maioria faz????? Eita eita, depois escrevo mais, tô indo agora pra maior calourada do mundo lá na rural.


31 de ago de 2011








No escurinho do D.A.

O D.A. de Medicina Veterinária vem através desse comunicado convidá-los a participar do projeto “no escurinho do D.A.”, que consiste na exibição de filmes, uma vez por mês, e após realização de debate sobre o filme assistido. Dia, horário, local, e o filme a ser discutido serão informados por meio de cartazes na universidade, pelo facebook, twitter (@DA_VETERINARIA), e o por nosso blog (humanidadevet.blogspot.com).

Agradecemos a atenção e contamos com a sua presença

Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária

Senup – Seminário Estadual da Universidade Popular



Realizado no dia 27 de agosto no auditório Luís Amorin do Departamento de Medicina Veterinária, o encontro contou com a presença de representantes de várias entidades, tais como, União dos Jovens Comunistas (UFC), Partido Comunista do Brasil (PC do B), Federação dos Alunos de Agronomia do Brasil (FEAB) e do Diretória Acadêmico de Medicina Veterinária.

Dentre os principais discursos foram abordados temas referentes a educação no Brasil, desde como surgiram as primeiras universidades, o que realmente é educação e o aspecto sociológico do ensino no país. O REUNI foi abordado na discussão, debatendo sobre a questão problemática de a universidade poder comportar esse aumento do número dos alunos sem uma melhoria na estrutura física. Se esclareceu também a cerca do PROUNI, que está mascarado no “slogan” de universidade para todos. E sobre o principal tema, a Universidade Popular, foram apresentadas as proposta do projeto, discutidas suas viabilidades e no final debatidas todas e quaisquer questões sobre o assunto. Foi muito proveitoso e acreditamos que seja uma questão que interesse a todos. Esperamos contar com um número maior de alunos nos próximos eventos que estivermos comportando na nossa universidade.

Abraços Galera!

30 de ago de 2011




enev





EXECUTIVA NACIONAL DOS ESTUDANTES DE VETERINÁRIA- ENEV

DIRETÓRIO ACADÊMICO DE MEDICINA VETERINÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

Gestão 2011/2012 “Humanidade”

D.A. VET. UFRPE


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



MOÇÃO DE APOIO


Aos Técnicos-administrativos em Educação

Recife, 30 de agosto de 2011

O Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária da Universidade Federal Rural de Pernambuco (D.A. VET. UFRPE), entidade legítima de representação dos estudantes de Medicina Veterinária do Campus Recife UFRPE, vem por meio desta manifestar seu apoio irrestrito à greve dos servidores técnico administrativos, assim como um enorme repúdio à truculenta repressão realizada pelo governo Dilma.

A garantia de um ensino laico, público de qualidade (dentre outros adjetivos) sempre deve estar referendada nas condições de uma Instituição de Ensino em oferecer uma estrutura física e pedagógica adequada à formação em questão.

Vivemos um período já longo de descasos com a classe trabalhadora e em meio a esse cenário os técnico-administrativos em educação mobilizados em greve reivindicam reajuste salarial, piso de três salários mínimos e step 5%, racionalização dos cargos, reposicionamento dos aposentados, mudança do anexo IV (incentivo à qualificação), devolução do vencimento básico complementar absorvido, isonomia salarial e de benefícios, contra a terceirização, revogação da lei nº 9.632/98 (extinção dos cargos), abertura imediata de concursos públicos para substituição da mão de obra terceirizada e precarizada em todos os níveis da carreira para as áreas administrativas e dos HUs, extensão das ações jurídicas transitadas e julgadas.

Enquanto isso o governo utiliza recursos bilionários para obras da Copa e Olimpíadas, superfaturadas pelas empreiteiras, gastando 45% do orçamento para pagar dívidas com banqueiros, e empresta bilhões de reais, através do BNDES, para o megaempresário Abílio Diniz. Dessa forma, desrespeita os trabalhadores com o discurso de que não é possível nem mesmo um reajuste salarial e aprova um vergonhoso aumento do salário mínimo. A situação atingiu um nível tão crítico, que a presidenta Dilma, outrora apoiada pelo campo majoritário da direção da FASUBRA, protocolou ação na justiça contra a Federação e mais 32 sindicatos de base requerendo ilegalidade da greve, com multa no valor de cem mil reais por dia.

Cert@s de que essa é uma ação coletiva de grande envergadura, trazemos um imediato sentimento de solidariedade com a classe trabalhadora. Colocamos-nos na luta conjunta para valorização dos trabalhadores em educação; a ampliação do ensino público e gratuito contra medidas privatistas como o PROUNI e o REUNI; a garantia do direito à greve e suspensão imediata das medidas de ajuste fiscal que lesam os trabalhadores e estudantes. Acreditamos que os movimentos organizados avançam para que a transformação dessa sociedade possa de fato ser concretizada.

Abraços na luta!

Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Universidade Federal Rural de Pernambuco

d.a.ufrpe.vet@gmail.com/ 3320- 6443

Carlos (81) 9137-1508; Gabriela (81) 9847-2246; Hadassa (81) 9966-1804; João (81) 9133-0223; Marcus (81)9710-7612; Maria Luiza (81) 9647-4724; Paulo- (81) 9122-4241; Rhaysa (81) 9801-3102; Sebastião (81) 8776- 2947; Wagner (81) 9675-9707